Celíacos relaxados em alto-mar

A MSC Cruzeiros, uma das maiores frotas de cruzeiros do mundo, é uma empresa europeia presente em 45 países. Ela opera o ano todo viagens pelo Mediterrâneo, além de oferecer uma série de roteiros sazonais partindo de outros continentes, inclusive do Brasil, saindo dos portos de Santos, Rio de Janeiro e Salvador entre novembro e abril. Um dia desses, acompanhando o bate-papo entre celíacos de um grupo do qual faço parte, li muitos elogios à empresa e à maneira como atende os celíacos nos navios. Interessante, mas, confesso, achei que poderia ser um caso isolado. Qual não foi a minha surpresa quando outras três pessoas deram seus relatos também muito positivos. Me animei e fui atrás de informações “oficiais” para checar se era uma política ou apenas casos pontuais de pessoas de sorte!

E a resposta, que veio via assessoria de imprensa, foi que sim, é uma política da empresa, que recebeu a certificação do Bureau Veritas para o fornecimento de cardápios internacionais sem glúten (código alimentar: 20ppm) em seus principais restaurantes a bordo dos navios da frota. Há cardápios de alimentos sem glúten no café da manhã, almoço e jantar nos principais restaurantes. Além disso, há opções de lanches pré-embalados servidos no chá da tarde nos restaurantes buffet, além de lanches prontos que são entregues para os passageiros que sairão em excursões terrestres nos portos de escala, para que aproveitem o passeio sem ter essa preocupação.

De acordo com a empresa, todas as receitas sem glúten são preparadas por chefs qualificados em cozinhas exclusivas a bordo, utilizando produtos cuidadosamente armazenados em áreas específicas e de acordo com o “Projeto de Cruzeiros” da Associação Italiana dos Celíacos, com a qual a MSC trabalha em estreita colaboração.

A companhia oferece também opções vegetarianas de alto nível gastronômico, bem como refeições Kosher pré-embaladas e produtos Halal de alta qualidade (carne bovina, cordeiro e aves) que estão disponíveis quando requisitados. É importante frisar que todas as solicitações de dietas especiais devem ser feitas no momento da reserva, com pelo menos dois meses de antecedência em relação à data de embarque.

Célia

09/01/2020

*Estamos compartilhando nossas experiências mas não somos médicas ou nutricionistas. Consulte um especialista para uma orientação profissional.

Deixe uma resposta