Kit de emergência para comemorações

Dia desses, conversando com uma amiga, soube da seguinte história: a filha dela foi a uma festinha de aniversário de 11 anos em um boliche em São Paulo, programa gostoso e que agrada bastante a turma dessa idade. Eram cerca de 20 crianças no total. O horário da festinha: das 12h30 às 16h. Ou seja, comes e bebes inclusos. Cardápio de festa, né? Sucos naturais de laranja e melancia, água e refrigerantes. Pizzas de muçarela e de calabresa, mini dog, mini cheeseburger e batata frita. De início, uma das crianças conta para a mãe da aniversariante que não pode comer nada que tenha glúten. A mãe corre para falar com a turma do restaurante para ver o que pode ser feito, para a criança não ficar só tomando suco e comendo batata frita. A pipoca do cinema, que fica no andar de cima, não permitiram que entrasse. O biscoito de polvilho do mercado ao lado, também não. Ela ganhou um pratinho recheado de linguiça e salsicha em formato aperitivo para ir beliscando – e a mãe da aniversariante super nervosa sem saber se isso de alguma forma poderia fazer mal à criança.

Fiquei pensando sobre o assunto: primeiro, ainda bem que a criança expôs a questão logo nos primeiros minutos, sem qualquer embaraço, como tem de ser! Segundo, fiquei tentando entender, sem julgamentos, porque a mãe da criança não havia falado nada de antemão para a organizadora da festa, assim que deixou a filha lá ou nos dias que antecederam. Pensei que talvez ela não quisesse dar trabalho. Ou ainda que tenha escolhido passar essa responsabilidade à filha que, agora com seus 10/11 anos, já começa a entender melhor as restrições e os riscos decorrentes da ingestão.

De qualquer forma, minha principal reflexão, como celíaca e como mãe (de uma adolescente celíaca e também de um jovem não-celíaco, mas que pode ter amigos celíacos!) é que, quando se trata de uma festa ou de qualquer outra ocasião em que você vá receber convidados, é importante ter um kit de emergência à mão. Nada muito trabalhoso, mas uma bandeja especial com alguns petiscos para beliscar e com uma simpática plaquinha indicando “Feito especialmente para quem não pode ingerir glúten”. Algumas ideias de petiscos que gosto são:

  • milho cozido
  • pipoca
  • pão de queijo (confirmar na embalagem se é sem glúten)
  • polvilho
  • ovinhos de codorna
  • azeitonas
  • palitos de cenoura
  • tomatinho cereja
  • cubos de parmesão
  • frutas secas
  • salada de frutas

Célia

25/02/2020

*Estamos compartilhando nossas experiências mas não somos médicas ou nutricionistas. Consulte um especialista para uma orientação profissional.

Deixe uma resposta