Manual de sobrevivência para recém celíacos

Esse texto é destinado às pessoas que acabaram de receber o diagnóstico, estão perdidas ou não sabem por onde começar essa mudança. Bom, para ficar mais prático, vou fazer uma lista, como se fosse um manual de sobrevivência mesmo rsrsrsrs, e depois vou dar algumas dicas práticas que vão ajudar no dia a dia.

1º passo:

Entender o que é o glúten e seguir a dieta restrita, não ligue para os comentários do tipo “um pedacinho não vai te fazer mal”, porque a doença celíaca tem que ser levada a sério.

2º passo:

Ver os alimentos liberados e proibidos (não se preocupe, têm versões sem glúten deliciosas para esses alimentos).

3º passo:

Avise os familiares e amigos que você mais convive da mudança na sua alimentação e peça colaboração e empatia. Se você mora com pessoas que podem comer glúten, faça uma separação na dispensa, nos produtos compartilhados, como manteiga, e no manuseio dos utensílios.

4º passo:

Procurar opções de restaurantes seguros para celíacos na sua cidade (aqui no blog e nos destaques do insta damos algumas opções).

5º passo:

Criar o hábito de olhar o rótulo dos alimentos sempre e entender a contaminação cruzada.

6º passo:

Nos acompanhar por aqui e pelas redes sociais para ficar por de dentro no universo dos celíacos 😉

DICAS:

. SEMPRE leve algum snack de emergência na mochila ou bolsa.

. Melhores marcas sem glúten: Schar (todos os produtos), Aminna (farinhas), Jasmine, Belive e Grani Amici (se quiser encontrar mais marcas e lojas sem glúten, veja as que nós seguimos no insta @viagemglutenfree).

. O que comer em cada refeição:

Café da manhã/lanche: ovos, frutas, tapioca, iogurte (tomar cuidado com sabores, escolher marca sem glúten), sucos, pão sem glúten.

Almoço/jantar: arroz, feijão e uma proteína não tem erro, legumes, strogonoff, macarrão sem glúten.

. Não deixe de conferir as receitas sem glúten aqui do blog, temos várias opções!

. Pão sem glúten industrializado fica mais gostoso torrado.

. E quando for viajar:

Fique atento na logística das viagens, seja ela de carro, avião ou ônibus.

Estude a cidade para onde você vai viajar (hotéis, restaurantes e supermercados).

Temos uma aba no blog voltada apenas para dicas de viagens, lá tem tudo detalhado!

22/09/2020

*Estamos compartilhando nossas experiências mas não somos médicas ou nutricionistas. Consulte um especialista para uma orientação profissional.

Deixe uma resposta