O lado bom da vida sem glúten

Muitas vezes, nós celíacos, só conseguimos enxergar os pontos negativos da Doença Celíaca. Lógico que ser celíaco não são mil maravilhas, temos que ficar alertas sempre, cortar alguns alimentos, nos preocupar com a contaminação cruzada, ter acompanhamento médico, entre outros detalhes. Mas é importante ver sempre os dois lados da moeda, ser otimista e encontrar o lado bom das coisas. Por isso, trouxemos aqui alguns fatores que mudaram a nossa vida, positivamente, depois que descobrimos a DC:

  1. Nos aventuramos mais na cozinha

Todo celíaco sabe que a comida caseira é a mais segura de todas! Se a sua cozinha estiver livre de glúten e contaminação cruzada, é garantido. Por isso, acabamos cozinhando mais em casa, fazendo marmitas, testando receitas e descobrindo sabores novos!

  1. Ficamos mais atentos em relação à nossa saúde

Além de nos cuidarmos mais, buscamos um estilo de vida mais saudável.
Temos que fazer exames frequentemente para verificar se está tudo ok com o nosso intestino, se as quantidades de vitaminas estão dentro do esperado (principalmente o ferro), entre outros fatores.

  1. Aprendemos mais sobre os alimentos

Viramos “profissionais” em leitura de rótulos! Além de entender os derivados do glúten e todas as questões nutricionais dos produtos. Afinal, para não nos contaminarmos, precisamos ficar atentos aos detalhes.

  1. Ficamos mais atentos às novidades do mercado sem glúten

Estamos sempre à procura de lançamentos, novos produtos sem glúten que possam diversificar nosso cardápio. Cada vez mais descobrimos novas marcas, empresas e novos restaurantes. Principalmente quando viajamos, o mais legal é encontrar alimentos diferentes em cada lugar que visitamos.

  1. Fazemos amizades pra vida toda

Dentro da comunidade celíaca têm muitas pessoas incríveis que estão aqui para nos ajudar e apoiar. Ninguém está sozinho nessa jornada, temos uns aos outros!

Esperamos que a gente tenha ajudado vocês a verem a Doença Celíaca com outros olhos. Vamos viver uma vida mais leve? E sem glúten, sempre! 😉

Célia

01/06/2021

*Estamos compartilhando nossas experiências mas não somos médicas ou nutricionistas. Consulte um especialista para uma orientação profissional.

Deixe uma resposta